Pela urgência planetária em busca de purificação e equilíbrio, o Círculo de Kālī convida mulheres a integrarem este grupo, a fim de resgatarmos nossas heranças ancestrais, celebrarmos o poder de nossos ventres e nos conectarmos profundamente com os ciclos naturais e, desta forma, nos reintegrando à nossa própria natureza e despertando a consciência Divina que há em nós.

Trata-se de um trabalho de cura espiritual, ao mesmo tempo que nos fornece força e sabedoria para conduzirmos nossas vidas diárias. Seguimos ensinamentos milenares do Yoga, Āyurveda e Tantra, resgatando as raízes xamânicas destas tradições.

Reunidas em um círculo de poder, sempre durante a lua nova,  conduziremos nossa essência à sutilização, através de rituais de purificação, cantos, danças e celebrações que louvam o sagrado feminino e nos permitem uma percepção refinada de nossa realidade, nos trazendo um olhar de encantamento e plena consciência para cada instante de nossas vidas.

A Mãe Divina: Kālī Mā – a Śakti Primordial


Invocamos a energia Śakti, a energia feminina primordial que existe dentro de todos nós. Quando esta energia está desperta sentimos nossa real capacidade de nutrir, proteger e curar. É a conquista de um estado interior de bem-aventurança e a realização máxima de todos os potenciais humanos.

"De acordo com os videntes védicos, a feminilidade da mulher não pode existir separada de sua Śakti – a energia una de onde todas as coisas emergem. Śakti é o poder da Mãe por trás da criação, englobando os mistérios sagrados da criação, regeneração e destruição – uma metáfora para a feminilidade [...] As sagradas escrituras do Tantra nos informam que esta energia primordial permanece em sua forma potencial nos homens e está ativa nas mulheres. Para crescer espiritualmente, para evoluir em nosso nível de consciência, os dois sexos precisam reverenciar e refinar a Śakti dentro deles." (Bri. Maya Tiwari)

Nosso círculo é devotado à Kālī Mā, a Mãe Divina sob a forma de uma deusa guerreira da transformação interior, nos levando fundo em nossas próprias sombras, para emergirmos plenamente na Luz. No entanto, nos integraremos à energias de diversas deusas hindus, conhecendo suas características, suas potencialidades, e trabalhando estas energias dentro de nós mesmas através de sādhanās (práticas espirituais) específicos.

O Sādhanā das Mahāvidyās


Para o ano de 2012, um ano de inúmeras transformações planetárias, em vários sentidos, iremos focalizar as energias das Mahāvidyās, as dez Deusas da Sabedoria cultuadas na tradição tântrica do Śrī Vidyā. Cada encontro será dedicado à uma deidade, e durante aquele mês teremos práticas específicas para serem utilizadas em nossa vida diária.

O termo Mahāvidyā literalmente significa o grande conhecimento, mas geralmente é traduzido como os dez grandes conhecimentos. De acordo com a forma em que o culto das deusas é executado, o nome passa a indicar a função e natureza de cada Mahāvidyā. O nome se refere à adoração (upāsana) interna ou externa das dez Deusas da Sabedoria: daśa-mahāvidyā. Elas representam o conhecimento e o poder transcendente, a fonte de tudo o que é conhecido. Como encarnações do conhecimento transcendental, representam vários graus ou estágios da consciência, portanto, a fonte de tudo o que há para ser conhecido. Assim, cada uma das dez Deusas da Sabedoria representa uma forma particular de auto-realização, uma forma de liberar a Śakti interior (svaśakti) e realizar o conhecimento transcendental que existe em cada uma de nós.

Encontros de 2012

Março: Dia 24, sábado, às 19h :: Kālī – a Transformação
Abril: Dia 21, sábado, às 19h :: Tārā – a Cura
Maio: Dia 20, domingo, às 19h :: Tripura-sundarī – a Percepção
Junho: Dia 23, sábado, às 19h :: Bhuvaneśvarī – o Amor
Julho: Dia 21, sábado, às 19h :: Bhairavī – a Guerreira
Agosto: Dia 18, sábado, às 19h :: Chinnamastā – a Liberação
Setembro: Dia 15, sábado, às 19h :: Dhūmāvatī – a Ancestralidade
Outubro: Dia 20, sábado, às 19h :: Bagalāmukhī – o Poder
Novembro: Dia 17, sábado, às 19h :: Mātaṅgī – a Palavra Divina
Dezembro: dia 15, sábado, às 19h :: Kamalā – o Florescer

Informações adicionais

    Local:  Kaula Yoga – Rua São Mateus, 890 – Juiz de Fora-MG
    Contatos: (32) 9134-7920 (TIM) 8454-2337 (vivo) :: email: malika_yoga@hotmail.com
    Contribuição: R$ 15,00
  O que trazer: Oferendas de flores, frutas, velas ou incensos; objetos para serem sacralizados em nosso altar; instrumentos musicais, poemas, canções, tarôs e outros oráculos; usar roupas leves, de preferência, saias e vestidos compridos.

Importante:
•    Confirmar presença antecipadamente através de telefone ou email;
•    Chegar pontualmente ou com certa antecedência. Às 19h iniciaremos o círculo e o portão será fechado.


Que a Mãe Divina abençoe à todos!

Jai Mā!

0 comentários:

Postar um comentário

Followers

Sobre Malika...

Sobre Malika...
Mulher, mãe, esposa, filha...Professora de Yoga, Meditação, Terapeuta Ayurveda, Educadora Perinatal, Eco-feminista e focalizadora de Círculos de Mulheres que cultuam e reverenciam o Sagrado Feminino. Professora de Sociologia e Filosofia, formada pela UFJF, com especialização em Ciências Humanas.

Nosso espaço


Ammachi Ma

Danças Circulares Sagradas
CURRENT MOON
Loading...